Notícias CDL

Três dicas para organizar sua loja estrategicamente e vender mais

Há um ditado em marketing que diz: você compra o que você pega; você pega o que você vê. Na hora de dispor seus produtos em uma loja física, é muito importante levar esse conceito em conta. Estuda-se em marketing o comportamento do consumidor para saber como potencializar as vendas em um determinado local.

É sabido que as pessoas costumam andar até o meio de um local ou corredor, olhar ao redor, primeiramente para o lado direito, e retornar. Pode parecer pequeno saber de uma informação dessas, mas saber disso e dispor seus produtos de forma estratégica em uma loja já faz uma diferença grande na arrecadação do fim do mês. Parece mágica, mas é marketing.

Faça o teste: a próxima vez que for no supermercado, repare como ele é feito para que você comece comprando do lado direito e vá andando por toda a loja, inclusive os cantos, como se houvesse um trajeto pré-determinado para orientar o consumidor.

As zonas dos cantos são chamadas de “sombras” e os produtos que ficam nesses locais são chamados de “geradores de tráfego”. Ou seja, não é à toa que pães, carnes, alimentos relacionados à salada e refrigerantes ficam nas pontas. E repare mais: no meio do ‘caminho’ e, de preferência, nas colunas da direita (no centro do corredor), você provavelmente encontrará os produtos mais caros. Por conta do comportamento do consumidor, eles são estrategicamente colocados lá, assim como as “gôndolas”, que deixam os produtos em exposição (e são negociadas nos supermercados).

Para ajudá-los a dispor melhor seus produtos e vender mais, o Pensando Grande separou algumas dicas:

1- Defina os produtos geradores de tráfego: o que leva as pessoas a irem à sua loja? Quais são os produtos mais procurados e que ‘saem’ bastante? Eles são coisas que realmente levam o consumidor a se deslocar para a sua loja? Provavelmente são

esses os produtos geradores de tráfego da sua PME. Coloque-os nos cantos, fazendo com que o consumidor tenha que andar mais até ele. Isso fará com que o cliente tenha mais contatos com os outros produtos e esteja mais propenso a gastar. Lembre-se: se ele não vê, não pega. E se não pega, não compra.

2- Obstáculo no meio: alguns passos depois da entrada da sua loja, coloque um móvel bem no centro. A distância vai depender do tamanho da loja, mas entre 3 a 5 passos é um bom ponto de partida. Em cima da mesa, coloque produtos mais baratos ou uma decoração. Isso vai forçar seu cliente a andar para o lado direito, onde estarão as peças que você mais deseja vender. Dependendo do tamanho da sua loja, é recomendável utilizar a tática por várias vezes (lembre-se do supermercado).

3- Treine seus funcionários: o obstáculo também serve para facilitar o atendimento. Na hora que o cliente parar na mesa de centro, um atendente, gentilmente, pode se oferecer para ajudá-lo. Dessa forma, cria-se o laço com o consumidor e você consegue apresentar a ‘cara’ do seu serviço e da marca logo no início.

Preste atenção nesses detalhes, nas lojas de seus concorrentes bem-sucedidos e repare se eles não aplicam alguns desses conceitos. Implemente-os na sua empresa também e perturbe a concorrência.

Fonte: Fonte: Portal Pensando Grande

Tópicos: Vendas, Marketing, Lojas

Recomendados para você