Notícias CDL

Varejo de SC avalia contratação de temporários no fim do ano

Levantamento da FCDL/SC também mostra crescimento das vendas no dia das crianças
 
O comércio catarinense começa a dar sinais de recuperação, de forma cautelosa, após a grave crise econômica que afetou todo o país nos últimos anos. A constatação é fruto do levantamento promovido pela Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC), que apontou a percepção dos empresários sobre o movimento nas vendas para o dia das crianças e a previsão de contratações temporárias para o fim do ano. Para 28,9% dos entrevistados, há possibilidade de abertura de vagas entre os meses de dezembro e fevereiro, atendendo a demanda do Natal e do verão.

Além disso, 15,4% ainda avaliam se seguirão no mesmo caminho, enquanto 55,7% refutam esta estratégia para o período.  Os dados fazem parte de consulta realizada pela entidade junto a 400 empresas associadas com atuação no varejo nas 20 cidades de maior potencial de consumo no estado.

O mesmo levantamento apontou que as vendas para o dia das crianças foram iguais ou maiores na avaliação de 86,5% dos empresários. Isso também se reflete na apuração das consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) nos dias que antecederam a data - que medem as vendas no crediário - com crescimento de 3,82% em comparação ao mesmo período do ano passado. Itens de vestuário, calçados e brinquedos se destacaram entre os mais procurados, com tíquete médio de R$ 170,24.

"Os números mostram que estamos seguindo no caminho para retomar o movimento que tínhamos até 2014, garantindo não só as vendas, mas, sobretudo, os postos de trabalho e a geração de renda para os catarinenses. Por sua característica de capilaridade, a situação apontada pelo varejo tende a se estender para os demais setores da economia", pondera Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC.

Fonte: PalavraCom

Tópicos: Empregos, Economia, Vendas, SPC

Recomendados para você