Notícias CDL

Quatro dicas para vender mais no início do ano

Mesmo com as duas grandes datas de compras no final do ano, a Black Friday e o Natal, alguns produtos geralmente sobram no estoque do varejo, seja ele físico ou online. Agora, o momento é de planejar o ano, pensando em todas as datas sazonais e como otimizar as vendas, e melhor ainda se der para começar sem os itens restantes do ano que passou.

Por isso, para ajudar a começar esta preparação com o estoque zerado, o country manager do Mercado Shops, Rafael Papa, traz conselhos para desencalhar, ainda em janeiro, os produtos que não foram vendidos nos últimos meses de 2017 e, assim, fechar o planejamento para o ano de 2018 sem as mercadorias remanescentes. Confira:

1. Desconto
“Pode parecer óbvio, mas a melhor forma de renovar o estoque do seu e-commerce é conceder valores abaixo dos que foram colocados em prática no final do ano. Melhor do que manter o produto armazenado, é fazer caixa com a venda dele. As ofertas vão atrair novos visitantes e, também, os clientes já habituais”.

2. E-mail marketing
“Seus clientes precisam saber sobre as novas ofertas, por isso prepare um e-mail bem caprichado para o mailing certo, por exemplo para quem geralmente costumar comprar nesta época, e faça o disparo. Para quem é cliente do Mercado Shops, por exemplo, tem acesso a esta ferramenta na plataforma”.

3. Agilidade no atendimento
“Quanto mais rápida for a sua resposta para às dúvidas dos compradores, maiores serão as chances de conversão e fidelização. Para quem quer zerar o estoque ainda em janeiro, esta ação é imprescindível. Utilize processos para obter agilidade no despacho da mercadoria e na comunicação com o consumidor, como no atendimento via chat, por exemplo”.

4. Pós–venda eficiente
“O foco está em liquidar o estoque no primeiro mês do ano, mas não deixe de pensar em trazer esse cliente novamente para sua loja. Em especial no comércio eletrônico, empresas que investem no pós-venda tendem a ter clientes fiéis e frequentes. Forneça informações claras que permitam ao consumidor rastrear o processo de entrega, seja por e-mail ou em espaço próprio no site”.

Fonte: Portal No Varejo

Tópicos: Vendas, Estratégias, Atendimento

Recomendados para você